Q & R

Page in English

Questões e Respostas

O que é um Osteopata?
O que faz um Osteopata?
O que é que trata um Osteopata?
Osteopatia é a mesma coisa que a Fisioterapia?
A Osteopatia é melhor no estrangeiro que em Portugal?
A Osteopatia funciona melhor quando acompanhada de outras Medicinas?
O Osteopata deve ser tratado por Doutor?
Como devo escolher um Osteopata?
Quem é que pode receber tratamento Osteopático?
O que é devo vestir em uma consulta de Osteopatia?
Posso trazer um familiar ou amigo(a)?
O tratamento Osteopático dói?
Preciso de ir ao médico antes?
De quantos tratamentos vou necessitar?
O Osteopata faz Massagens?

O que é um Osteopata?

Para se poder usar o título Osteopata (onde a profissão está regulamentada) tem que se fazer uma licenciatura que pode ser de 4 ou 5 anos. Tem muitas similaridades com um curso de medicina convencional mas com mais ênfase na anatomia e na medicina musculoesquelética. O curso tem que incluir pelo menos 1000 horas de estágio supervisionado em clínica osteopática onde o estudante trata pacientes sob a orientação de profissionais muito experientes.
Por lei, todos os Osteopatas têm que estar registados na ACSS (Autoridade Central dos Sistemas de Saúde) , ainda não temos uma ordem profissional, como no Reino Unido o General Osteopathic Council (GOsC). É considerado crime alguem se chamar Osteopata se não estiver registado.
Em Portugal a regulamentação está em vigor, procure Osteopatas registados que tenham formação superior em Osteopatia e cédula profissional definitiva.
BSc (Hons) Osteopathy é um “bachelor in science of Osteopathy with honours”, ou seja é o equivalente em Portugal a uma licenciatura. Quem não tem o (Hons) não tem o grau de licenciado e não fez a sua formação no Reino Unido.
A British Medical Association encoraja que os médicos recomendem a Osteopatia aos seus pacientes, sempre que apropriado.

O que faz um Osteopata?

Embora os Osteopatas tratem muitos tipos de problemas, a maior parte das pessoas pensam que são ‘especialistas em problemas de costas’.
Realmente é verdade que são grande parte das queixas que chegam a um Osteopata, mas há muito mais que isso.
O tratamento Osteopático não está apenas focado nos sintomas, mas aborda as partes do corpo que possam ter causado ou estar a contribuir para a perpetuação do problema e a reação emocional e cognitiva do paciente a esses sintomas ou preocupações. O Osteopata tenta conhecer os problemas que o(a) paciente nos apresenta também sobre um ponto de vista biopsicosocial.
A nossa visão holística ajuda-nos a perceber problemas no equilíbrio estrutural e funcional do corpo.
Os Osteopatas tratam a pessoa, não os seus sintomas.

O que é que trata um Osteopata?

De acordo com o General Osteopathic Council (ordem dos Osteopatas Britânicos), estas são as principais indicações para a Medicina Osteopática:

• Dores e desconforto generalizado
• Dor articular, incluindo dor com origem em osteoartrite.
• Dor artrítica e/ou reumática
• Dores generalizadas das costas, crónica e aguda.
• Dores de origem biomecânica e postural.
• Dores de cabeça cervicogénica ou outros tipos de dores de cabeça.
• Síndromes de sobre uso articular ocupacional.
• Problemas circulatórios
• Caímbras
• Problemas digestivos
• Dor ciática
• Espasmos musculares
• Neuralgias e compressões neurológicas
• Incapacidade de relaxar e ansiedade.
• Lesões associadas ao desporto.

Além destas, o clínico de Medicina Osteopática pode ajudar a rastrear problemas de saúde mais sérios e acompanhar equipas multidisciplinares na resolução de condições e doenças sistémicas e de medicina interna.
Grande ênfase na prevenção destes problemas e ajuda na educação postural e ocupacional.

Pode ler mais em What can Osteopathy claim to help e também em Research in Osteopathy

Se quiser saber mais sobre se a Osteopatia o(a) pode ajudar, Contacte-me.

Osteopatia é a mesma coisa que a Fisioterapia?

Não. Bastante diferente. A Fisioterapia é uma profissão com vocação de cuidados secundários, que necessitam de diagnóstico médico e de uma prescrição de tratamento para atuarem, depende da medicina convencional. A Osteopatia, profissão de cuidados primários, é completamente autónoma no seu diagnóstico, tratamento e acompanhamento. Alguns Fisioterapeutas estudam Osteopatia, apenas confie nos que fizeram estágio supervisionado por Osteopatas (idealmente com grau académico) e com um treino clínico contínuo (alguns declaram que estudaram muitos anos, mas apenas 1 fim de semana por mês, sem supervisão clínica nem qualquer título académico).
Uma licenciatura em Fisioterapia pode formar bons Fisioterapeutas, não Osteopatas. Como licenciado em Osteopatia, deixo o trabalho de Fisioterapia para os Fisioterapeutas.
No entanto, as profissões podem (e devem) trabalhar juntas, no sentido do melhor benefício para o paciente.

A Osteopatia é melhor no estrangeiro que em Portugal?

Existem países em que a profissão existe e é ensinada há muitos anos, fazendo com que esteja bem estabelecida e os profissionais com maior experiência. Temos o caso do Reino Unido onde é ensinada há 100 anos e está regulamentada desde 1993, como contraste temos Espanha, onde a profissão não é regulamentada (não existe instituição reguladora a definir o que é um Osteopata e a Osteopatia e portanto a certificar a qualidade da formação e dos profissionais), e portanto podem afirmar o que quiserem sem que seja devidamente verificado. Na Europa já existem 8 países onde a profissão é regulamentada, pode consultar aqui: Regulation of Osteopathy in Europe .
Em Portugal a regulamentação está em processo final de implementação, algumas instituições de ensino superior já começaram a ter licenciaturas em Osteopatia, pretendendo-se que possam vir a acompanhar o nível do melhor que se faz nos países com mais experiência.
Outros países, fora da Europa onde a profissão existe são os EUA, Canada, Austrália, Nova Zelândia, Rússia, etc.

A Osteopatia é melhor quando acompanhada de outras Medicinas?

A Osteopatia é autónoma, mas a intervenção no paciente pode beneficiar de uma abordagem multidisciplinar onde diferentes clínicos usam diferentes métodos para ajudar o paciente. Cada uma das Medicinas requere estudo e dedicação profundas, pelo menos equivalente a 4 anos (tempo inteiro). Um profissional que se intitule Osteopata, Quiroprata, Acupuntor e Homeopata deverá ter, pelo menos, 16 anos de formação superior e ter cédula profissional para cada uma destas Medicinas. Idealmente cada profissional é dedicado à sua área mas tem uma rede de contactos de outros profissionais que pode indicar ao paciente, sempre que achar que é do melhor interesse do mesmo.

O Osteopata deve ser tratado por Doutor?

Existem Osteopatas (e outros profissionais de saúde) que gostam de se auto-entitular doutores. Doutor é aquele que completou um doutoramento, que é um elevado grau académico dado por uma Universidade e existe nas mais clássicas áreas de estudo. A Medicina Alopática ou Convencional, por razões histórico-culturais, também usa o prefixo de Doutor assim como outros profissões (Ex. Advogados). Qualquer pessoa se pode auto-entitular Doutor, não é crime, mas só os doutorados têm realmente direito a esse título que é académico e não profissional.

Como devo escolher um Osteopata?

Se não tiver recomendações de quem confie, procure saber o percurso académico e profissional e também qual a experiência do Osteopata nas áreas em que procura ajuda. Os Osteopatas são inicialmente generalistas, mas vão, com o tempo e experiência demonstrando uma vocação especial por certas áreas do conhecimento dos fenómenos humanos e da intervenção da Osteopatia nos mesmos.
Quanto ao uso dos termos da formação de cada profissional, penso que é útil descrever algumas descrições comuns:
Certificação ou diplomado não é ensino superior e não é uma Licenciatura, mas sim formação profissional. Os termos Graduação ou Pós-Graduação pertecem ao ensino superior. Graduação é corretamente usado por quem tem, pelo menos, uma licenciatura. Cursos de Pós-graduação em que os alunos não são graduados é uma perversão do termo. D.O. na Europa quer dizer diplomado em osteopatia – ensino profissional. Nos EUA, D.O. quer dizer Doctor in Osteopathy e é ensino superior.

Quem é que pode receber tratamento Osteopático?

Toda a gente pode ser ajudada pela medicina osteopática/ (salvo contra-indicações específicas que o osteopata deverá saber identificar), desde bebés a idosos. Também nas ocupações profissionais ou de lazer não existem restrições e sim especializações, a osteopatia pode ajudar pessoas de todas as áreas, musicos, bailarinos(as), condutores, operadores fabris, atletas, estudantes, investigadores, utilizadores de computador e muitas outras.
Se tem alguma dúvida de como a Osteopatia o pode ajudar na sua actividade, Contacte-me.

O que é devo vestir em uma consulta de Osteopatia?

Como em qualquer exame físico, é provável que lhe seja pedido para remover alguma roupa, é portanto aconselhável que use algo com que se sinta confortável. Geralmente aconselham-se calções acima do joelho e no caso das senhoras, soutien de desporto.

Posso trazer um familiar ou amigo(a)?

Sim, se o desejar pode trazer alguém consigo que o(a) acompanhará durante a consulta. No caso de menores de 18 anos é obrigatória a presença de uma pessoa responsável durante toda a consulta.

O tratamento Osteopático dói?

Algumas técnicas podem causar algum desconforto durante o tratamento. O Osteopata deverá informar o que pode esperar do tratamento e o que poderá sentir após o mesmo. Na grande maioria dos casos o tratamento Osteopático não causa dor.

Preciso de ir ao médico antes?

Não, não é necessário. O Osteopata tem capacidade de diagnóstico funcional na sua área de especialidade, se durante o exame for encontrada alguma razão para isso, o Osteopata deve reencaminhar o(a) paciente para o médico de família ou da especialidade em causa acompanhado(a) de uma carta com os motivos da visita.

De quantos tratamentos vou necessitar?

O número de tratamentos depende do problema que for apresentado e da pessoa que está a ser tratada. O Osteopata deverá ser capaz de prever, a determinada altura, de quantos tratamentos devem ser necessário. A cooperação do(a) paciente para com os conselhos, exercícios ou adaptações posturais sugeridos também é um factor a ter em conta.

O Osteopata faz Massagens?

Não, nem faz parte da educação de base de um Osteopata. As profissoes que fazem massagem são os massagistas (nas variadas abordagens), Enfermeiros de reabilitação e Fisioterapeutas. O Osteopata, após chegar a um diagnóstico, utiliza técnicas manuais avançadas para normalizar o estado dos tecidos (Ex. musculos, tendões, nervos…), mas não de uma forma protocolar (ou seja, igual para todos), como acontece com a massagem. Tipicamente também não usa óleos, uma vez que podem interferir com a correta aplicação das técnicas.

Questions and Answers

What is an Osteopath?
What does an Osteopath do?
What does an Osteopath treat?
Is Osteopathy the same as Physiotherapy?
Is Osteopathy better in other countries than Portugal?
Does it works better when along other Medicines?
Should the Osteopath use the title ‘Doctor’?
How can I chose an Osteopath?
Who can receive Osteopathic treatment?
What should I dress in an appointment?
Can I bring a friend or relative?
Is Osteopathy painful?
Should I visit a Medical Doctor before?
How many treatments will I need?
Osteopaths do Massage?

What is an Osteopath?

To use the title Osteopath (where the profession is regulated) one must have a professional license and be registered with the regulating body, after completing a 4 or 5 years degree. It has many similarities with a convencional medicine degree but we place more emphasis on palpatory anatomy and muculoskeletal clinical medicine. A proper degree must include a minimum of 1000 hours of supervised clinical practice at an Osteopathic clinic where the student treats patients under the guidance of experient professionals. By law, all Osteopaths must be regestered with ACSS (Autoridade Central dos Sistemas de Saúde) , there isnt yet in Portugal a Professional Council as the General Osteopathic Council (GOsC) in the UK. It is a crime for someone to entitle himself as an Osteopath if not registered. In Portugal, Osteopathy is regulated, look for registered Osteopaths with professional license.
BSc (Hons) Osteopathy its a “bachelor in science of Osteopathy with honours”, which is the equivalent to a ‘Licenciatura’ in Portugal. The British Medical Association recommends Osteopathy when appropriate.

What does an Osteopath do?

Although many may think that Osteopaths are ‘back problems specialist’, this profession addresses much more than backs.
It is true that many back problem complains are presented in Osteopathic appointments but far from discriptive of the profession.
Osteopathic treatment is not focus on symptoms only, but it addresses other body parts that may have caused or contribuited to the problem, the circunstances and the emotional and cognitive reaction of the patient to their symptoms or concerns. The Osteopath aims to have an in-depth knowledge of the problem presented from a biopsycosocial point of view. Out holistic vision help us understanding problems in the functional and structural balance of the body.
Osteopaths treat the person, not their symptoms.

What does an Osteopath treat?

According to the General Osteopathic Council , these are the most common indications to Osteopathic Medicine:

• Generalized pain and disconfort.
• Joint pain, including osteoarthrosis.
• Rheumatic pain.
• Chronic or acute back pain.
• Biomechanical and Posural issues.
• Cervicogenic and other types of headaches.
• Occupational overuse syndromes.
• Circulatory problems.
• Cramps.
• Digestive issues.
• Sciatic pain.
• Muscular spasms.
• Neuralgia and neurologic compressions.
• Anxiety and inability to relax.
• Sport related lesions.

Besides the above, the Osteopathic Clinician can help to detect the possibility of a more serious health problem and refer to other health professionals or integrate a multidisciplinary team in the patient’s best interest.

Read more in What can Osteopathy claim to help e também em Research in Osteopathy

If you want to know whether Osteopathy can help you, Contact me.

Is Osteopathy the same as Physiotherapy?

No. Very different. Physiotherapy is a profession which main objective is to prepare professionals to secundary health care, it is dependent on the Conventional Medicine Doctor to reach a diagnosis and a treatment plan. Osteopathy is a primary care health profession, we are completely autonomous in our diagnosis, treatment and management of the patient complain. Some Physiotherapists claim to be Osteopaths, make sure you chose one that went through clinical training supervised by Osteopaths (with higher-education studies in Osteopathy) and not those weekend courses (that will, by law, be closed soon).
A degree in Physiotherapy might produce good Physiotherapist, not Osteopaths. I have a degree in Osteopathy and absolutely no intention to do Physiotherapist work. Nevertheless these 2 professions can join efforts and work together to the patient’s best interest.

Is Osteopathy better in other countries than Portugal?

There are countries where the professions exists and is taught since many years, making it more experient and well integrated in society. We have the case of the United Kingdom where it is taught since over 100 years and it is regulated since 1993, as a contrast we have Spain where it is not even regulated (no institution that defines what is an Osteopath and therefore verifying the quality of the teaching and the professionals), and anyone can call themself Osteopath and work, which can be damaging for the profession. In Europe, there are 7 countries where the profession is regulated, you can know more here: Regulation of Osteopathy in Europe .
In Portugal, the regulation was implemented in 2013 and its now reaching its final stage. Osteopathy is already being taugh in higher education, preparing better Osteopaths for the future.
There are many other coutries, outside Europe, where Osteopathy is regulated, as USA, Canada, Australia, New Zeland, Russia, etc…

Does it works better when along other Medicines?

Osteopathy is completely autonomous, but the intervention on the patients complains may benefit from a multidisciplinary approach where different clinicians use different methods to help the patient. Each profession requires profound study and dedication as in a 4 years degree (full-time) . Someone that entitles himself as Osteopath, Quiropractor, Acupunturist and Homeopath shoud have a minimum of 16 years of studying in higher education and a professional license for each profession. Ideally each one should try to be dedicated to its own professional, achieving the best care that profession can provide the patient with. It is important to have a network of professionals of other Medicines when we think that will benefit the patient.

Should the Osteopath use the title ‘Doctor’?

Some Osteopaths (and other healthcare professionals) like to be called doctor. Doctor is someone that completed a PhD, which is a very high academic title given by an University. The Alopathic or Convencional Medicine, for cultural or historic reasons use that title, as well as other professions as lawyers. Anyone can call himself Doctor, not a crime, but only who completed a PhD has really the right to use that academic and not professional title.

How can I chose an Osteopath?

If you don’t have references from someone you trust, try to look for the academic and professional pathway and the specific experience of the Osteopath in your pasticular complain. All Osteopaths (that had appropriate training) are generalists, but with time, experience and continuous developement they will develop a specific vocation for particular areas of the human phenomenon and how Osteopathy can interven.
Regarding the academic specific terms for each profession, i believe it is useful to describe them:
Certification or diploma is not higher education and not a proper degree, it is only professional training.. Degree or postgrad belong to high-education. To have a postgrad without a degree is a preversion of the term and shouldnt be called postgrad. D.O. in Europe means a diploma – professional training, in the USA it means Doctor in Osteopathy, which is higher-education.

Who can receive Osteopathic treatment?

Everyone (apart from some very specific conditions) can be helped by Osteopathic Medicine, from newborns to the elderly. Also in professional or recreative occupations, there arent restrictions but specializations, Osteopathy can help people from all areas, musicians, dancers, drivers, athletes, studants, office workers, etc…
If you have any doubts on how can Osteopathy help with your activity, Contact me.

What should I dress in an appointment?

As in any other physical examination, it iso likely that you will be asked to remove/change some clothes. It is advisable to wear confortable so that the Osteopath can work in the best conditions. Usually its easier if wearing shorts above the knee and in the case of women, a sports bra.

Can I bring a friend or relative?

Yes, se you wish you can bring someone that will stay in the treatment room with you. In the case of under 18 patients, it is compulsory the presence of a legal tutor with the during the all appointment.

Is Osteopathy painful?

Some techniques might cause some disconfort during the treatment and eventually during the following day. The Osteopath should inform the patient on what can they expect during and after the treatment. In most cases, there is not pain durintg or after the treatment.

Should I visit a Medical Doctor before?

No, it is not necessary. The Osteopath has the capacity to diagnose, treat and manage the patient’s complain. If during the examination the Osteopath finds some evidence of the need for the patient to be seen by another health care profession, he should write a case presentation letter and give appropriate advise to the patient.

How many treatments will I need?

The number of treatment needed vary according to the type of problem presented as well as the person being treated. The Osteopath, at some point, should be able to tell how many visit may be needed. The cooperation of the patient with the advises, exercises or postural changes given also plays a role in the time a problem takes to go away.

Osteopaths do Massage?

No, its not even part of the basic academic education of an Osteopath. The professionals that perform Massage Therapy is the Massage Therapist (of all the different types and kinds), Rehabilitation Nurses and Physiotherapists. The Osteopath, after reaching a diagnosis, uses manual techniques to normalize the state of the tissues (i.e. muscles, tendons, nerves…), but not as a protocol, same to everytone, as it happens with Massage. Usually the Osteopath won’t use oils once it will interfer with the correct application of techniques.